Aprenda exercícios terapêuticos que podem aliviar e até curar suas dores na coluna vertebral

 

Aprenda exercícios terapêuticos que podem aliviar e até curar suas dores na coluna vertebral

 

Exercícios Terapêuticos

 

Aqui você encontra exercícios terapêuticos que poderão ajudar ou curar suas dores de coluna vertebral.
Exercício 1
exercicio_1_coluna_vertebral

 

Alongamento dos músculos posteriores da nuca para diminuir a lordose cervical e aumentar a elasticidade dos músculos posteriores do pescoço.

 

Deitado, com as mãos na nuca, puxar a cabeça procurando flexioná-la até tocar o queixo no peito e em seguida tentando manter o queixo colado no peito, voltar a cabeça de volta ao solo.

 

Aumenta-se o alongamento se se fizer o mesmo movimento em ligeira rotação para cada lado.
 
 

 

Exercício 2
exercicio_2_coluna_vertebral

 

Deitado com as pernas flexionadas sobre o peito, com as mãos na nuca, fazer a hiperextensão da coluna dorsal, ou seja, envergar a coluna para frente.

 

Deste modo conseguiremos fortalecer os músculos dorsais altos sem fortalecer os lombares que acentuam a lordose.

 

 
 

 

Exercício 3
exercicio_3_coluna_vertebral

 

Deitado, abraçar os joelhos fletidos contra o peito; de frente e com ligeira rotação lateral para ambos os lados, mantendo o tronco em posição neutra.

 

Provocaremos a diminuição da lordose, por alongamento passivo dos músculos lombares. 
 
 
 
 

 

exercicio_4_coluna_vertebral
Deitado com as mãos na nuca e joelhos dobrados, contrair somente os músculos glúteos, ou seja as nádegas, provocando o fortalecimento dos músculos da nádegas com a rotação pélvica e retificação da lordose lombar.
Exercício 5
exercicio_5_coluna_vertebral

 

Deitado com as mãos na nuca e joelhos fletidos, deixar cair passivamente para um lado e depois para o outro, os joelhos juntos produzindo uma rotação passiva da coluna lombar, mantendo o tórax em posição neutra.

 

Esforça-se mais estes estiramentos cruzando a perna sobre o joelho e fazendo certa pressão. Aumenta-se deste modo a rotação passiva da região lombar.

 

 
 

 

Exercício 6
exercicio_6_coluna_vertebral
Adicionar legenda
 
Deitado com as mãos na nuca, um joelho fletido outro estendido. O calcanhar do pé do membro estendido apontando para frente, ou seja, em dorsiflexão máxima. Fazer então o membro estendido o mais longo possível, à custa da obliqüidade ou inclinação da bacia. Em seguida o mesmo exercício do lado oposto. Este exercício aumenta a elasticidade dos músculos laterais do tronco e a excursão lateral dos movimentos articulares da coluna.
Exercício 7
exercicio_7_coluna_vertebral
Deitado na mesma posição do exercício anterior, quando se alongar o membro e com o joelho esticado, dar um chute no ar, até a flexão máxima do quadril, o ótimo é quando se passa dos 90 graus. Repetir o exercício do outro lado. Aumenta-se assim a elasticidade dos músculos posteriores da coxa e da perna,os ísquio-tibiais.
Exercício 8
exercicio_8_coluna_vertebral

 

Deitado com os braços lado do corpo, levantar os membros inferiores estendidos nos joelhos e com dorsi- flexão forçada dos pés, até uma flexão de 60 a 70 graus, quando os membros inferiores ficarem bem pesados para os abdominais, em seguida executar movimentos de tesouras: de frente e de lado; e de abertura e fechamento das pernas.

 

Promove-se deste modo o fortalecimento dos músculos abdominais.

 

 
 

 

Exercício 9
exercicio_9_coluna_vertebral
Em posição de saída de corrida de velocidade, ou seja, com as duas mãos no chão, uma das pernas fletidas e a outra estendida, forçar com o peso do corpo um balanço para baixo provocando a hiper-extensão passiva da articulação de bacia, a coxo-femural, é claro, repetir do outro lado. Aumenta a elasticidade da cápsula da articulação e dos músculos flexores do quadril.
Exercício 10
exercicio_10_coluna_vertebral
Em pé fazer a flexão passiva do tronco, mantendo os joelhos estendidos forçando levemente o alongamento passivo dos músculos lombares e dos posteriores das coxas e das pernas.
Postura Correta
postura_correta
A prática destes exercícios levariam automaticamente a uma postura correta: peito para frente, ombros para trás, fortalecimento dos músculos abdominais e das nádegas, mantendo o tronco levemente flexionado nos quadris de modo que uma linha vertical, passando pela frente do peito, caia levemente nas pontas dos pés.
 
 
 
 
Aviso importante:  antes de iniciar qualquer tratamento, consulte seu médico para orientações.